Imprimir esta página

Cotia inclui a Faculdade Lusófona no GT Reserva do Morro Grande Destaque

- Postado, Terça, 15 Março 2022 10:21 Por

A Secretaria de Turismo de Cotia, realizou, no dia (11/03), o 2º encontro institucional do Grupo de Trabalho (GT) Reserva do Morro Grande e a Faculdade Lusófona passou a integrar o grupo. O objetivo do GT é compreender a grandeza da Reserva, o impacto das invasões desordenadas e todo o seu potencial de ecoturismo para que os visitantes possam vivenciar experiências relacionadas aos recursos naturais.

Durante a reunião, o CEO da empresa Terracota, André Domingues, apresentou um levantamento com possibilidades de atrações turísticas na região de forma controlada e sustentável, sem deixar de valorizar as casas da antiga Vila DAE, como a criação de um museu com memórias dos antigos moradores. “São propostas que dependem de uma série de fatores, liberações e parcerias. Temos que avançar, e esse grupo vai avançar coeso, desprovido de vaidades pessoais”, disse Nelson Broering, secretário de Turismo de Cotia.

A reunião foi acompanhada por Cesar Cavinato, diretor da Faculdade Lusófona, Juliana de Carvalho, Coordenadora do Núcleo de Empreendedorismo da faculdade, Luana Pires, Turismóloga e representante do Comtur de Cotia, Vilma Cristina, Historiadora da PUC SP, Debora Neves, Historiadora do Condephaat, Silvania Portela Silva, historiadora com mestrado e gastróloga, Izaias da Silva Junior, doutor e Coordenador das Engenharias na Lusófona, e demais técnicos da secretaria de Turismo.  

O secretário agradeceu a receptividade da Faculdade Lusófona e salientou a importância da nova parceria. “Queremos avançar juntos, Prefeitura, sociedade civil, Condephaat, Lusófona, numa caminhada madura para convencermos a Sabesp das intenções mais genuínas de responsabilidade ambiental, viabilizarmos e regulamentarmos o uso de espaços para ecoturismo sem nenhuma predação”, destacou.

No dia 8 de março, a Secretaria mobilizou o 1º encontro do GT, na própria Reserva Florestal, participaram: Nelson Broering, Valéria Rossi, coordenadora do Condephaat, Débora Neves, historiadora da Secretaria Estadual de Cultura, Miao You, do Templo Zu Lai, Marcelo Bianchi, da Sabesp, André Domingues, da empresa Terracota (responsável pelo estudo técnico), Renato Santos Ferreira Junior, turismólogo e Alexandre Luís de Souza, diretor - ambos da Secretaria de Turismo de Cotia. Ocasião em que visitaram a ETA e adentraram na Reserva.

O Secretário Nelson salientou que, a pedido do prefeito Rogério Franco, no início de 2021, se aproximou da superintendência da Sabesp e criou um protocolo de intenções e, a partir daí, formatou o GT e busca o envolvimento da população que vive no entorno da Reserva Florestal, ong’s e pessoas com forte ligação com a natureza.

Reserva Florestal

A Reserva Florestal do Morro Grande tem uma área de 108km² e ocupa 1/3 do território de Cotia. Na sua barragem Pedro Breicht e na represa da Graça, estão as águas mais puras do Estado de São Paulo. A reserva foi instituída pela Lei 1.949 de 4 de abril de 1.979. Atualmente, está sob domínio e gestão da Sabesp.