Monumentos registram história, pessoas e conquistas de Barueri Destaque

- Postado, Terça, 15 Março 2022 10:04 Por
Monumentos registram história, pessoas e conquistas de Barueri Foto: Junior Holanda / Secom-PMB(Cunhatã)

Março é o mês de aniversário de Barueri. Esta reportagem faz parte da série comemorativa que traz fatos importantes da cidade, publicadas todos os sábados até o dia 26, dia em que Barueri completa 73 anos de sua emancipação político-administrativa.

Em cada ponto da cidade uma homenagem, uma referência histórica, um reconhecimento ou uma exaltação. Os monumentos de Barueri, criados e instalados ao longo dos seus 73 anos de emancipação político-administrativa, são elementos destacados da paisagem turística urbana. E também são o registro concreto das conquistas históricas e humanas que ajudaram na construção do seu desenvolvimento socioeconômico e cultural.

“Ao longo desses anos a cidade vem valorizando sua trajetória através de monumentos que engrandecem a paisagem e enaltecem sua história. São dezenas de monumentos espalhados pelos bairros da cidade, contatando a história de personalidades que fizeram e fazem parte dessa memória”, afirma o secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar.

São 14 monumentos em vários bairros da cidade e principalmente na região central e adjacências. A seguir, enumeramos os principais deles e o motivo pelo qual foram erguidos.

Padroeiro São João Batista

Localizado na região central, onde há uma imagem de São João Batista, o padroeiro de Barueri, em tamanho natural, próximo à praça que homenageia Wagih Salles Nemer, emancipador da cidade e figura política história.

Fonte Cunhatã (‘mulher’ na língua tupi-guarani)

Composta por três esculturas com intenso fluxo de água, localizada na praça Lelita Bittencourt, em frente ao Pronto Socorro Central. O conjunto das três figuras representativas da mulher (moça, gestante e mãe) são feitas em técnica mista de basalto com detalhes em bronze, em tamanhos de mais de dois metros cada.

Praça das Bandeiras

Situada ao pé do viaduto da Rua Campos Salles, à margem da rodovia Castello Branco, é um espaço artisticamente urbanizado que abriga hasteada a Bandeira Nacional, em mastro de 30 metros de altura, ladeada pelas bandeiras do Estado e do Município, e as bandeiras das 15 nações de maior representatividade para a comunidade municipal.

Herma de Yojiro Takaoka

Instalada na Praça Alphaville, cruzamento da Avenida Rio Negro com a Avenida Araguaia, é uma homenagem ao engenheiro Yojiro Takaoka, idealizador do empreendimento imobiliário Alphaville.

Monumento à Família

Localizado no Bairro da Cruz Preta, o monumento foi inaugurado com a reurbanização da praça, em dezembro de 1999, nas comemorações do cinquentenário de emancipação do município. A obra é uma homenagem da Prefeitura Municipal de Barueri a todas as famílias, nativas ou migrantes que têm contribuído para o desenvolvimento do município.

Monumento à Solidariedade

Localizado no complexo viário de acesso à rodovia Castelo Branco, é o “cartão de entrada” da cidade, não apenas pela inscrição com a montagem do nome da cidade feita em pedra (com as letras em três metros de altura), mas pelo rico simbolismo na escultura de duas pessoas em posições de ajuda mútua, representando a solidariedade.

 

 

 

 

Redação:

Av. Carmine Gragnano, 148,  Sala 7  

Jandira, SP (Centro) 

CEP 06600-010 

Fone: (11) 4707-2111 

redacao@opaulista.net